segunda-feira, dezembro 11

‘Vida’: Típico terror de shopping: nada inovador, porém rápido, direto e divertido.

0
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Foto: divulgação

Por Matheus Vieira

Quem tirar um pouco de seu precioso tempo para acompanhar minhas críticas (ou sugestões) cinematográficas neste espaço, vai notar que elas limitam-se, praticamente, a filmes de arte e terror. Isso mesmo, essas são minhas escolas favoritas. Dia desses, posso variar, mas não será algo corriqueiro. Pois bem, vamos falar, novamente, da segunda opção?

E hoje vamos no blockbuster. Não costumo viajar muito nesta praia, mas o cinema de horror apresenta, sim, boas opções. Um bom exemplo é este ‘Vida’, típico terror de shopping: nada inovador, porém rápido, direto e divertido. A trama acompanha os seis membros da tripulação da Estação Espacial Internacional, que está à beira de uma das descobertas mais importantes na história da humanidade: a primeira evidência de vida extraterrestre em Marte.

Jake Gyllenhaal protagoniza o longa. Foto: divulgação

Conforme a tripulação começa a conduzir a pesquisa, os seus métodos acabam tendo consequências inesperadas e a forma de vida encontrada por eles prova ser mais inteligente do que qualquer um esperava. O elenco é recheado de bons atores, com destaque para Jake Gyllenhaal. Ryan Reynolds seria o protagonista, mas, devido a conflitos de agenda por causa do filme ‘Dupla Explosiva’ (2017), teve que assumir um papel coadjuvante no longa.

Inspirado no filme ‘Alien, o Oitavo Passageiro’ (1979), ‘Vida’ tem uma fotografia muito bonita e cenas com alta tensão. Créditos para o diretor Daniel Espinosa. Gostei também da descrição em dos cartazes do filme: ‘Era melhor quando estávamos sozinhos’. Isso vale para a nossa vida.  Aqui, na Terra. Ou fora dela.

Nota: 8.0

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhe

Sobre o Autor

Pai do lindo Nicholas, Vieira é jornalista (com diploma - MTB 67923/SP) e acumula anos de experiência em redações de jornais e revistas. Colecionador de CD´s de rock e metal, também é apaixonado por cinema e arte de maneira geral. Foi diretor do extinto Portal Novo Metal e colaborador dos sites Whiplash e Portal do Inferno. Escreveu matérias para a Roadie Crew e Valhalla. Na rádio Uniara FM 100.1, foi um dos fundadores do programa Black Dog, há 5 anos. Agora, as ondas do rádio ganharam novos contornos. E foram para a internet. Ao seu lado, o amigo Carlos Oliveira.

Comments are closed.