segunda-feira, dezembro 11

‘El Bar’: Diálogos existenciais e moralistas, que funcionam como metralhadoras verborrágicas sobre a sociedade.

0
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Foto: divulgação

Por Matheus Vieira

Divertido, inteligente e carregado de diálogos existenciais e moralistas, que funcionam como metralhadoras verborrágicas sobre a sociedade, ‘El Bar’ (2017) é mais um bom fruto da dobradinha Espanha e Argentina.

A trama se passa toda em um café no centro de Madrid, onde pessoas tomam o seu café da manhã tranquilamente, como de costume. Mas, quando um dos clientes leva um tiro na cabeça ao colocar os pés fora da loja, o clima de tensão invade o local. Agora, eles estão presos, e temem sair do local e acabar terminando com o mesmo destino do homem. O problema é que a convivência com estranhos pode ser tão perigosa quanto sair dali.

Selecionado para participar da 67ª edição do Festival Internacional de Berlim, ‘El Bar’ conta um elenco excelente, formado pelos consagrados Joaquín Climent, Blanca Suárez, Terele Pavez, Secun de la Rosa e Jaime Ordóñez, este, para mim, o grande destaque no papel do mendigo Israel. A direção é de Álex de la Iglesia, de ‘Pieles’. Pois é, ‘Relatos Selvagens’ está fazendo escola com essas tragicomédias.

Nota: 8.8

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhe

Sobre o Autor

Pai do lindo Nicholas, Vieira é jornalista (com diploma - MTB 67923/SP) e acumula anos de experiência em redações de jornais e revistas. Colecionador de CD´s de rock e metal, também é apaixonado por cinema e arte de maneira geral. Foi diretor do extinto Portal Novo Metal e colaborador dos sites Whiplash e Portal do Inferno. Escreveu matérias para a Roadie Crew e Valhalla. Na rádio Uniara FM 100.1, foi um dos fundadores do programa Black Dog, há 5 anos. Agora, as ondas do rádio ganharam novos contornos. E foram para a internet. Ao seu lado, o amigo Carlos Oliveira.

Comments are closed.